INTERCÂMBIO EM DUBLIN – 16 ATRAÇÕES IMPERDÍVEIS

Vitor Maionchi Berardo Vitor Maionchi Berardo | 07 julho, 2020
Compartilhar:

Primeiramente, é importante frisar que esta cidade é um dos destinos mais buscados na atualidade e tem muito a oferecer aos seus visitantes e novos moradores. Por este motivo,  fazer intercâmbio em Dublin é muito comum, principalmente para os  brasileiros, que podem estudar e trabalhar.

O que muitos acabam por descobrir é a quantidade de atrações que essa pequena cidade reserva a quem passa por lá! Inclusive, é sobre isso que o nosso expert Vitor Berardo falará no post de hoje: um pouco das suas experiências e os lugares que ele mais recomenda visitar.

1 – Temple Bartemple bar Dublin

Um dos locais mais populares da cidade e também muito conhecido, inclusive por pessoas que nunca visitaram Dublin.

Se engana quem acha que o nome Temple Bar se refere a um pub específico. Existe sim um pub com esse nome (foto), mas o nome se refere a toda uma região, cheia de restaurantes e bares.

É uma região boêmia, fica muito bem localizada e, além disso, é uma ótima opção para quem quer almoçar, jantar ou até mesmo passar algumas horas em um dos pubs degustando algo e escutando uma música ao vivo.

2 – Catedral da Santíssima Trindade Santíssima Trindade em Dublin

É a mais antiga das duas catedrais medievais da região, sendo a outra a Catedral de São Patrício.

Foi a sede do arcebispo da cidade desde os tempos medievais e, como o nome já diz, é dedicada à Santíssima Trindade. Fica localizada no distrito Dublin 8, próxima ao Castelo de Dublin e ao centro da cidade.

Foi fundada em 1030 e reformada em 1172, também é conhecida como Catedral Igreja de Cristo, é uma das mais importantes e impressionantes igrejas da região.

Ela está ligada não só com alguns dos maiores personagens do passado da cidade, como Richard de Clare, também conhecido como Strongbow (que invadiu a Irlanda em 1170) mas também com o santo patrono, Laurence O’Toole.

3 – Prisão Kilmainham (Kilmainham Gaol)

Uma antiga cadeia, foi aberta em 1796 e fechou as portas no ano de 1924.

Hoje é um museu onde os visitantes acompanham um guia, que sobretudo, conta em detalhes o que aconteceu por ali e fala de alguns ex-detentos específicos. A Irlanda é um país que valoriza muito sua história e compartilha, inclusive com as crianças, com o objetivo de evitar que os mesmos erros do passado se repitam.
Kilmainham Gaol em DublinDurante a visita guiada, eles frisam detalhes sobre os líderes de rebeliões de diferentes épocas que foram presos e, em alguns casos, executados ali mesmo. Uma das partes da visita que mais me chamou a atenção foi quando ele apresenta a ala mais nova do presídio. O teto é aberto, deixando a luz do sol entrar. Na época, acreditava-se que tendo contato com a luz do sol, os detentos, que eram considerados pecadores, poderiam encontrar novamente o caminho de Deus.

Além disso, durante a visita é possível conferir toda a estrutura do presídio, as celas e ao final, algumas salas com itens históricos e detalhes de diversos momentos da Kilmaiham Gaol.

4 – Must Go do Intercâmbio em Dublin: Phoenix Park!

Intercâmbio em Dublin - Phoenix ParkPara quem pretende fazer intercâmbio em Dublin, o Phoenix Park é um dos lugares que mais surpreendentes.

É o maior parque fechado público e urbano da Europa, fica localizado a 3 km a do centro da cidade. Ele é maior do que o famoso Central Park(New York). São 700 hectares, ou seja, 7 milhões de metros quadrados. A visita ao parque é totalmente gratuita. Lá dentro tem o zoológico, esse sim é pago para realizar a visita.

É possível encontrar diversos monumentos e diferentes jardins por lá. Mas o mais surpreendente é a Áras an Uachtaráin – Casa do Presidente da Irlanda, que fica dentro do parque. Assim como alguns outros prédios do governo irlandês. Existe a possibilidade de realizar visitas guiadas por lá aos sábados.

Você consegue visitar o parque caminhando, experiência que eu vivi. Foram algumas horas de uma manhã andando e, lhes digo uma verdade: A impressão é que o parque não acaba nunca. Uma boa alternativa é alugar um bicicleta.

Para completar, os animais que vivem soltos no parque são um espetáculo a parte. Os mais comuns de serem vistos são os cervos. E não pense que são dois ou três. São dezenas de cervos em diversos pontos do parque, quase sempre estão em grupo. São dóceis e é possível se aproximar deles.

Esse é um passeio que na minha próxima visita a Dublin, com certeza farei de novo.

5 – National Gallery of Ireland

national gallery of irelandO museu conta com a coleção nacional de arte irlandesa e européia. Está localizado no centro da cidade, é fácil chegar com diversas linhas de ônibus. Uma das entradas fica na Merrion Square , ao lado de Leinster House e outra na Clare Street.

Foi fundado em 1854 e abriu suas portas dez anos depois. A Galeria possui uma extensa coleção representativa de pinturas irlandesas e também é notável por sua pintura de mestres barrocos e holandeses/italianos .

A entrada no museu não tem custo. Para quem gosta de história, tanto a galeria quanto alguns outros museus da cidade ficam todos próximos um do outro. São alguns minutos andando de um edifício até o seguinte. Ou seja, é possível visitar vários museus em um só dia. A logística é facilitada dessa forma.

6 – Guinness Storehouse

A fábrica da cerveja Guiness está entre os pontos turísticos mais populares e é um passeio bem diferente, para caso você esteja fazendo intercâmbio em Dublin.

Para os apreciadores, costuma guinness storehouseser um passeio irrecusável. São 7 andares de muito conhecimento e diversão. Quem realiza o tour guiado ainda pode conferir a vista panorâmica do Gravity Bar. A  Guiness divulga que são a atração número 1 da Irlanda, tendo recebido mais de 20 milhões de visitantes.
Os tickets podem ser adquiridos online.  É um dos investimentos mais altos entre os passeios recomendados nesse artigo. Mas é altamente indicado, mesmo que você não seja um fã de cervejas. Ali é muita cultura local!

7 – Dublin Castle

dublin castleErguido no início do século XIII, no local de um assentamento Viking, o Dublin Castle serviu por séculos como sede da administração inglesa e, posteriormente, britânica, na Irlanda.

Em 1922, após a independência da Irlanda, o castelo foi entregue ao novo governo irlandês. Agora é um grande complexo governamental e uma atração turística importante.

A visita aos jardins do castelo é gratuita. Já para entrar, é necessário pagar pelo ticket. É possível comprar diferentes tipos de tours. Tem um que você compra e entra por conta própria e outro que vai acompanhado com um guia, que inicia em períodos específicos do dia.

Vale destacar para quem pretende visitar o local enquanto faz o intercâmbio em Dublin, que nas visitas sem o guia, o acesso em algumas áreas do castelo são vetadas.

8 – National Museum of Ireland

Mais um passeio sem custo que é possível fazer na cidade.

É a principal instituição museológica do país, national galerycom uma forte ênfase em arqueologia nacional e internacional, história irlandesa , arte irlandesa, cultura e história natural da Irlanda . Possui três filiais em Dublin e uma no condado de Mayo.

Localizado bem próximo da National Gallery, é um dos museus que fica fácil de visitar no mesmo dia.

O museu é consideravelmente grande e dependendo do ritmo da pessoa, é possível gastar algumas horas apreciando toda história ali exposta.

9 – Intercâmbio em Dublin:  Grafton Street

grafton streetA Grafton Street é uma das duas principais ruas comerciais do centro, sendo a outra a Henry Street.

Vai de St Stephen’s Green, no sul, até College Green, no norte. São regiões em que para todo lado que olhamos é possível ver pessoas com sacolas de compras nas mãos. O dia em que decidir fazer compras, essa é uma das melhores opções da cidade.

Por lá tem das lojas mais caras até algumas mais populares. Literalmente, para todos os bolsos.

Um ponto turístico, é a estátua da Molly Mallone. Fica ao norte da Grafton Street, no cruzamento com a rua Nassau (onde termina a zona de uso exclusivo de pedestres), a estátua de bronze da famosa vendedora ambulante, uma mulher que de dia se dedicava a vender peixe com seu carro e à noite trabalhava como prostituta. Ao passear por lá, você com certeza escutará sobre as lendas que envolvem a estátua de Molly.

10 – National Botanic Gardens

botanic gardens

É um oásis de calma e beleza, a entrada é gratuita.

Uma instituição científica de primeira linha, os jardins contêm coleções importantes de espécies de plantas e cultivos de todo o mundo. Está localizado em Glasnevin, a apenas três quilômetros da região central. É famoso pelas estufas históricas restauradas com amplo cuidado.

O jardim botânico fica aberto todos os dias da semana. Durante o inverno tem horário reduzido e fecha antes das 17h. É um passeio que vale a pena reservar um tempo para apreciar as paisagens.

11 – O’Neills Bar & Restaurant

oneills barLugar perfeito para uma cerveja tranquila, uma refeição saborosa, uma animada sessão de música ou apenas para descansar os pés por um tempo. Você sempre terá uma recepção calorosa e amigável (alô! dica para intercâmbio em Dublin). Situado no coração histórico de Dublin, a poucos passos do Temple Bar.

O O’Neill’s é um pub tradicional irlandês tradicional, conhecido por sua equipe amigável, sua excelente atmosfera e famosa gastronomia. Parece um pub comum por fora, mas por dentro o ambiente surpreende, com seus vários cantos e recantos, no andar de cima e em baixo.

Durante minha estadia na cidade foi o primeiro pub que visitamos e confesso que adorei e super recomendo.

12 – Trinity College/The Book of Kells Exhibition

trinity collegeO Trinity College é uma das principais instituições de ensino superior da Irlanda e também está presente nos principais rankings de universidades do mundo (Dica de ouro para seu intercâmbio em Dublin). Pelo que senti de quando estive visitando o país esmeralda, para a população local, é um orgulho ter uma instituição de renome como essa por ali.

A visita na área externa dos prédios e ao principal pátio do College é gratuita.

Já a Exposição Livro de Kells (The Book of Kells Exhibition) é paga. Localizada dentro do Trinity College, a exposição exibe um manuscrito do século IX que documenta os quatro Evangelhos da vida de Jesus Cristo. É o maior tesouro cultural da Irlanda e o manuscrito medieval mais famoso do mundo. A exposição também oferece acesso ao Long Room (Também conhecida como The Old Library), uma das bibliotecas mais bonitas do mundo, que abriga 250.000 dos livros mais antigos do Trinity College.

13 – St. Stephen’s Green

sthephen's greenÉ um parque público que também fica situado na região central de Dublin, num dos extremos de Grafton Street.

Este parque tem forma retangular e antigamente as ruas que o rodeiam constituíam as principais vias por onde se canalizava o trânsito no centro da cidade.
O centro do parque encontra-se situado um grande lago que é alimentado pelas águas que chegam do Grande Canal de Portbello.

Passeando por ali é possível conferir várias pessoas caminhando, alguns animais locais que vivem no parque e, durante o verão, muitas pessoas tomando sol em uma parte do gramado.

Para visitar viajando enquanto faz seu intercâmbio em Dublin

Claro que o foco principal por aqui é falar sobre os principais pontos de Dublin para realizar um intercâmbio, mas uma vez por lá, por que não estender um pouquinho a visitar alguns outros lugares?

Abaixo estão três dicas de locais que visitei, adorei e recomendo!

14 – Glendalough

glendaloughEsta é uma viagem breve, já que dá para ir e voltar para Dublin no mesmo dia.

Nós fomos num domingo, tem um ônibus que sai às 11:30hrs e volta às 17:30hrs. Ele fica estacionado na região central da cidade. A viagem dura em torno de uma hora e vinte minutos e durante a maior parte do percurso é possível acompanhar várias paisagens.

Chegando por lá, a primeira parada da maioria dos turistas é nas Glendalough Monastic Ruins, que acompanham um antigo cemitério com algumas centenas de anos. São séculos de muitas histórias e marcas singulares.

A região reserva diversas opções de trilhas que em seus caminhos tem lagos lindíssimos com montanhas indescritíveis atrás. Um animal bastante comum, não só na região, mas em toda a Irlanda, são as ovelhas. Tem diversas em algumas partes das trilhas. Depois dos passeios nas trilhas, super recomendo sentar próximo do lago e ficar aproveitando o sol.

 

15 – Cliffs of Moher

Esse passeio, assim como o seguinte (item 16 do artigo) costumam ser feitos em uma mesma viagem. cliffs of moherTambém é possível ir e voltar no mesmo dia de Dublin.

Foi o que fiz durante minha estadia por lá. Saímos bem cedo e atravessamos o país, de leste a oeste. A Irlanda é um país menor do que alguns estados brasileiros, sendo assim, é relativamente fácil de viajar por lá.

A parada mais surpreendente e inegavelmente um dos lugares mais lindos que já vi até hoje, são os Cliffs of Moher. Os leitores Irish Independent (veículo de mídia local) votaram como atração favorita de visitantes da Irlanda em 2019.

Os penhascos de Moher enfrentam majestosamente o Atlântico há mais de 350 milhões de anos e sua beleza é incomparável. O que posso dizer é que a foto e as palavras não demonstram a real beleza do local, somente visitando para comprovar! Para comprar ingressos e maiores informações, clique aqui.

16 – Galway: Mas o intercâmbio não é em Dublin?

Intercâmbio em Dublin - GalwayA segunda parada dessa mesma viagem é uma cidade do interior da Irlanda, localizada na costa oeste do país.

É a cidade que dá nome a música de Ed Sheeran, “Galway Girl”. Aliás, o cantor gravou o clipe na cidade e é possível ver alguns locais da cidade no vídeo! Se você tiver tempo e disponibilidade, vale passar uma noite em Galway, para aproveitar a cidade tanto durante o dia, quanto a noite.

O centro da cidade é, sem dúvida, uma graça! Cheio de lojas, restaurantes, cafés e bares, mas também com alguns prédios históricos, que dão um charme a parte. Tem uma feirinha com vários artesãos e também comidas locais, certamente vale visitar, uma vez que está entre as principais ruas da cidade. Intercâmbio em Dublin é isso, uma mistura de história e atualidade constante!

Durante os finais de semana, a cidade fica repleta de artistas de rua, dançando e cantando, então é provável que você encontre muitas pessoas mostrando seus talentos. São pessoas de diversas idades trabalhando das mais diferentes formas.

 

 

 

Links para as atrações indicadas:

Prisão Kilmainham

National Gallery

Guinness Storehouse

Dublin Castle

National Museum of Ireland

National Botanic Gardens

Cliffs of Moher

A Irlanda é um país sensacional! Intercâmbio em Dublin então é uma ótima opção, principalmente de longa duração. Vale lembrar que é não só o país sede da Ryanair, mas também que esta é uma das mais famosas companhias aéreas low cost do mundo! Ou seja, dá para conhecer a Europa inteira com um intercâmbio  bem planejado.

Fale com nosso experts para começar seu planejamento!

Autor
Vitor Maionchi Berardo Vitor Maionchi Berardo

Jornalista, especialista em educação internacional (intercâmbio cultural), empreendedor, MBA em Gestão de Projetos

Formulário de Orçamento

Descubra mais sobre sua próxima experiência

Curso de idiomas
Programa de férias
High School
Au Pair
Work & Travel
Extensão Universitária
Programas Profissionalizantes
Study Abroad
Travel Plus
Trabalho Voluntário