AS VANTAGENS DE FAZER INTERCÂMBIO EM EDIMBURGO, ESCÓCIA

PRISCILA GARCIA PRISCILA GARCIA | 30 agosto, 2018
Compartilhar:

A Escócia não é um destino muito procurado por brasileiros para turismo ou para intercâmbio, o que é uma pena pois trata-se de um dos países mais bonitos do mundo. O povo escocês é muito amigável e receptivo e a capital, Edimburgo, não deixa nada a desejar para as demais grandes capitais da Europa como Londres, Paris, etc.

E entre tantas opções para realizar o meu intercâmbio, muitas pessoas me perguntaram porque eu escolhi a Escócia… São muitas vantagens em fazer intercâmbio em Edimburgo! Vamos lá: viajar para a Escócia era um sonho de infância, desde quando eu consigo me lembrar; e eu tinha vontade de ir para lá desde criança por vários motivos: é o país com a maior quantidade de castelos no mundo, é a terra de muitos heróis da história como William Wallace e Mary Stuart, pelas belezas naturais das Highlands, por ser cenário de muitos filmes e séries tais como Coração Valente e Outlander, pela mistura perfeita entre o antigo e o novo de Edimburgo e por aí vai…

calton-hill

(Calton Hill)

(Princess Street Gardens)

Finalmente tive a oportunidade de realizar o meu sonho entre maio e junho de 2017, na primavera-verão que, aliás, é uma excelente época do ano para ir para a Escócia pois o inverno é muito rigoroso e não é todo mundo que se adapta. Dizem que, na realidade, o mês de agosto é a melhor época para ir para Edimburgo pois é o mês que acontecem diversos festivais mundialmente famosos como o The Royal Edinburgh Military Tattoo e o Edinburgh Festival Fringe.

Para saber mais sobre os festivais : https://www.edinburghfestivalcity.com/#festivals

The-Royal-Edinburgh-Military-Tattoo-Festival

(The Royal Edinburgh Military Tattoo Festival)

Edimburgo não é a maior cidade da Escócia mas é a capital do país e tem em torno de 500 mil habitantes o que, na minha opinião, é o tamanho perfeito – nem muito grande e nem muito pequena – é uma cidade compacta e muito fácil de ser explorada a pé; para quem não gosta muito de andar, o sistema de transporte público funciona muito bem e inclusive já ganhou prêmio de melhor transporte público de todo o Reino Unido.

A atmosfera da cidade é vibrante e ao mesmo tempo é muito segura, rica em cultura escocesa. De lá você tem fácil acesso as famosas Highlands e aos demais locais do interior do país. Edimburgo conta com uma noite muito agitada, com uma variedade enorme de bares, pubs e restaurantes. Lembro que quando cheguei lá a minha intenção era ir em um pub diferente por dia para poder conhecer todos mas em pouco tempo descobri que teria que ficar pelo menos um ano na cidade para literalmente conhecer todos. 😊 Não seria má ideia, né?

O-Castelo-de-Edimburgo

(O Castelo de Edimburgo)

Para quem gosta de história o lugar é perfeito, a cidade de Edimburgo é dividida entre cidade nova e cidade velha, a sensação quando você chega na parte da cidade velha é de ter entrado em uma máquina do tempo e ser transportado pra outra época, a arquitetura é incrível, para qualquer lugar que você olhe é cenário digno de uma foto, aliás, prepare o cartão de memória da sua câmera ou celular pois eu tirei quase mil fotos só dentro da cidade de Edimburgo isso sem contar os demais lugares do país que visitei.

É uma capital com muitas opções de entretenimento como pontos históricos, marcos icônicos, galerias de artes e museus (e ainda a entrada é gratuita para todos os museus e galerias de arte). Este é outro ponto interessante da cidade, muitas das atrações locais são gratuitas.

Cidade-Velha

(Cidade Velha)

Para quem gosta de compras aproveite ao máximo as lojas de grife nas ruas Royal Mile e Princes Street (as duas principais ruas da cidade, localizadas uma na cidade velha e uma na cidade nova respectivamente), outra atividade bem divertida é aprender a Ceilidh Scottish Dance, a famosa dança tradicional escocesa e como trata-se do país do Whiskey não faltam lugares para degustar a bebida.

A cidade também é um destino muito interessantes para os fãs de Harry Potter, a autora J. K. Rowling morava em Edimburgo quando escreveu o primeiro livro então boa parte da inspiração para a história veio da cidade, como estas abaixo:

The Elephant House – – este café é famoso por ser o “local de nascimento do Harry Potter”, como a autora passava por muitas dificuldades financeiras quando começou a escrever a história ela ia para este café escrever pois não tinha mais aquecimento na casa dela.

The-Elephant-House

George Heriot’s School – esta é a escola que inspirou a autora a criar Hogwarts, a escola tem quatro torres o que deu a ideia das quatro casas e por ser uma escola muito cara diziam que são crianças “muito especiais” que frequentavam esta escola.

George Heriot’s School

City of Chambers – este monumento que fica bem em frente a prefeitura da cidade serviu de inspiração para a Câmara Secreta, segundo livro da série.

Victoria Street – também conhecida como “Colorful Street” devido as suas casas perfeitamente coloridas. Foi a rua que inspirou a autora a criar a Travessa do Tranco, pois esta rua tem várias lojas “diferentes” como uma loja de poções por exemplo.

Victoria Street

E como é comum nas cidades da Europa o cemitério da cidade também é um ponto turísticos, inclusive era do cemitério de Edimburgo que a autora J. K. Rowling tirou os nomes dos personagens da história, ela pega o nome de um túmulo e sobrenome de outro para ir criando os nomes dos personagens da história. O único personagem que ela pegou o nome completo de um túmulo é o nome verdadeiro do vilão da história, Tom Riddle, vulgo Lord Voldemort; as pessoas fazem fila para tirar fotos do túmulo.

Ilha-de-Skye

(Ilha de Skye)

Além da cidade de Edimburgo oferecer várias atrações, o intercambista ainda tem muitas opções de lugares para visitar após as aulas ou aos finais de semana. A Escócia é um país deslumbrante e vários outros lugares merecem ser visitados como as Highlands, as ruínas de St. Andrews, o Castelo de Stirling, a Ilha de Skye, Glasgow (que é a maior cidade da Escócia) e o famoso Lago Ness, residência do lendário monstro que os escoceses chamam carinhosamente de “Nessie”.

Lago-Ness

(Lago Ness)

E falando um pouco da escola, a Kaplan, de Edimburgo é uma excelente opção para que quer aprender Inglês, a estrutura da escola é ótima e a m

esma é muito bem localizada. Saindo da escola é possível ir à pé para praticamente todos as principais pontos turísticos, os professores e todo o staff é extremamente educado e prestativo. Todos que trabalham lá realmente gostam do que fazem e a cereja do bolo é que a escola ainda recebe poucos brasileiros, então para quem procura uma escola e destino que vai proporcionar uma verdadeira imersão na linda e na cultura, não me canso de dizer que Edimburgo é o destino ideal.

Autora
PRISCILA GARCIA PRISCILA GARCIA

Priscila Garcia atua no segmento de intercâmbio desde 2011, fez intercâmbio na Escócia e conhece profundamente a Flórida nos EUA. Priscila já esteve várias vezes nos EUA e Europa e é especialista em cursos de idiomas e de formação profissional na Inglaterra, Irlanda, Escócia, Canadá, EUA e Austrália. É apaixonada por livros, viagens e café.

Comentários

Catálogos

Curso de idiomas
Programa de férias
High School
Work & Travel
Extensão Universitária
Programas Profissionalizantes
Travel Plus
Study Abroad