DICAS PARA FAZER SEU PRIMEIRO INTERCÂMBIO!

Experimento Experimento | 19 Março, 2019
Compartilhar:

Você adora estudar, viajar, conhecer pessoas, lugares e também quer aprender sobre uma nova cultura? Então está na hora de você estudar em outro país e mudar sua vida completamente! Mas, antes de você embarcar para o seu primeiro intercâmbio, começam a surgir muuuuitas dúvidas: Qual curso devo fazer? Como escolher o destino? Quanto tempo deve durar meu intercâmbio? Onde vou me hospedar? Quais os documentos necessários? Sim, é bastante informação que você precisa saber sobre a sua futura viagem.

Mas, fique tranquilo! Preparamos sete dicas para os intercambistas de primeira viagem. Prepare-se para começar a planejar seu intercâmbio hoje mesmo!

 

1. Primeiro Intercâmbio – Idioma

Qual idioma você quer aprimorar? Esta é a primeira pergunta que você deve se fazer. Isto será o ponto de partida para você realizar um primeiro intercâmbio. Grande parte dos estudantes brasileiros buscam aprender Inglês ou Espanhol durante a sua viagem. Estes dois idiomas são nativos dos destinos mais escolhidos pelos intercambistas do nosso país: Canadá, Estados Unidos, Espanha e os países da América do Sul.

É importante você considerar qual idioma será mais útil para a sua vida e sua profissão. Você sabia, por exemplo, que o Francês é o terceiro idioma mais falado no mundo dos negócios? A língua só está atrás do Inglês e do Mandarim. Seja qual for a sua escolha, lembre-se: você terá a oportunidade de conhecer diversos idiomas na sua viagem, já que sua turma de estudos terá alunos de diversas partes do mundo 😉

 

2. Primeiro Intercâmbio – Destino

Agora que você já encontrou o intercâmbio ideal pra você, chegou a hora de decidir o seu destino. Com a Experimento são 27 países para escolher! Entre tantas opções, a principal questão é: quais são as características que você gostaria de vivenciar no seu primeiro intercâmbio? Que tipo de cartão-postal você deseja conhecer? Aqui dependerá muito das suas preferências.

Quem prefere um clima de cidade grande, por exemplo, tem cidades como Nova York, Paris e Madri como boas escolhas. As cidades são ricas em história, cultura, atrações e são bem movimentadas (como São Paulo, por exemplo). Quem prefere cidades mais calmas, com paisagens naturais fantásticas e esportes radicais, encontrará no Canadá um cenário maravilhoso de intercâmbio.

Fique atento às estações do ano. Se você curte praias, faça o seu primeiro intercâmbio durante o verão do seu país de destino. Já imaginou viajar para um país cheio de praias em uma época muito chuvosa? Ninguém merece, né?

 

3. Tipo de intercâmbio

Defina o tipo de intercâmbio que você quer fazer. Isso dependerá do seu objetivo enquanto intercambista: considere a fase da vida em que está e tempo que pretende ficar em outro país. Se quer apenas estudar no exterior, pode optar entre Curso de Idioma, Programa de Férias, High School, Programa Universitário e Formação Profissional. Veja aqui o comparativo entre esses programas.

Já se a sua ideia é trabalhar enquanto melhora seus conhecimentos em outra língua, existem intercâmbios como Au Pair (nos EUA) ou Demi Pair (na Austrália), Estudo + Trabalho e Voluntariado. Na dúvida de qual escolher? Entenda mais sobre cada opção no nosso comparativo de programas.

 

4. Documentação

País e programa de intercâmbio escolhido, chegou a hora de correr atrás da documentação necessária para a sua viagem. Primeiro de tudo, confira se o seu passaporte está em bom estado e possui data de validade até o final do seu intercâmbio. Se não tiver o documento, veja aqui como fazer.

Dependendo do período do intercâmbio, você poderá viajar para países como Espanha, Argentina e África do Sul apenas com o passaporte. Já no caso dos queridinhos Canadá e Estados Unidos, por exemplo, é necessário de visto.

Consulte o site do governo do país de destino do seu intercâmbio e inicie o processo de solicitação de visto. Cada país terá um processo para tirar o documento, mas em grande parte você preencherá a solicitação e marcará uma entrevista presencial.

Na entrevista, será perguntado qual objetivo de viagem, data de ida e volta, entre outras informações. Vá preparado para a entrevista e não fique com medo na hora das perguntas. Tudo dará certo!

Outro conselho importante: não deixe para tirar o visto na última hora, pois o processo pode ser um pouco lento. Saiba também que alguns destinos pedem visto específico para estudantes, dependendo da duração do intercâmbio. Por isso, providencie tudo com antecedência para não ter aborrecimentos. Se precisar de ajuda, conte com a assessoria em vistos da Experimento.

 

5. Acomodação

Escolher a acomodação ideal será muito importante para o seu primeiro intercâmbio ser inesquecível.  Ela será seu refúgio para descansar durante a sua viagem. Para escolher a acomodação perfeita, é necessário avaliar diversos pontos. O primeiro é a duração do curso. Para o estudante que vai ficar até 4 semanas no intercâmbio, o ideal é sair do Brasil com a acomodação fechada para todo o período. Para cursos de longa duração, há a possibilidade de fechar no Brasil um período mais curto de estadia, e quando já adaptado ao novo destino, buscar outros estudantes para dividir um apartamento.

A acomodação mais apropriada para cada pessoa vai depender do intercâmbio escolhido. Para morar em uma casa de família, é preciso se adequar aos hábitos da família para viver uma verdadeira imersão cultural. Em alguns países, há colégios internos para estudantes de High School (o ensino médio no exterior); os universitários podem dividir alojamentos com outros estudantes; e se preferir privacidade, também é possível alugar um imóvel. É importante você montar uma lista com prós e contras de cada tipo de acomodação, para chegar na decisão mais correta para a sua viagem.

 

6. Dinheiro

Quanto devo levar? Devo levar notas com valor maior ou menor? Essas são duas das muitas dúvidas que surgem após o fechamento do intercâmbio. Uma dica é sempre levar uma quantia em espécie, com algumas notas de valor baixo e também moedas, que são muito usadas fora do Brasil. Outro item importante é pesquisar e descobrir o gasto médio diário da sua viagem.

Ah, não esqueça de um item indispensável para os experimenters: cartão de crédito e débito internacional. Ele será importante para realizar saques e compras no dia a dia ou mesmo em caso de emergência. Não esqueça que compras internacionais estão sujeitas a mudanças de câmbio e IOF (taxa para compras internacionais).

7. Saúde

Destino, curso, câmbio, documentação… São tantas coisas para escolher que, às vezes, acabamos abandonando um item muito importante: nossa saúde! Se você está organizando sua viagem, não pode deixar de contratar um seguro viagem. Ainda mais se você escolher um país europeu, onde alguns países exigem este documento para os intercambistas.

Mas mesmo se o país que você escolheu para seu primeiro intercâmbio não tiver isso como regra, contratar um seguro viagem para intercâmbio será indispensável. Os gastos com uma consulta médica no exterior, caso você precise durante o intercâmbio, são bem altos. Também é importante consultar a lista de vacinas obrigatórias e atualizar a sua carteira de vacinação antes de embarcar.

Quando chegar ao destino, dê um tempo para seu corpo se adaptar ao novo fuso horário antes de começar as atividades. Quem toma remédios de uso contínuo e controlado deve levar a receita médica e a quantidade necessária durante o período de intercâmbio, além de verificar se o medicamento é permitido no país.

Entre as assistências oferecidas por um seguro saúde, estão: atendimento em hospitais particulares, atendimento de emergência, internações, exames e descontos em medicamentos.

E aí, gostou das nossas dicas? Compartilhe com seus amigos que também querem fazer um intercâmbio e comece agora mesmo a preparar a sua viagem com a Experimento! Ah, se tiver alguma outra dúvida, entre em contato ou ligue pra gente! 🙂

Autor
Experimento Experimento

A Experimento é pioneira no segmento de intercâmbio cultural, com mais de 50 anos de atuação no Brasil, é a maior rede especializada exclusivamente em intercâmbio cultural do país.

Comentários

Catálogos

Curso de idiomas
Programa de férias
High School
Work & Travel
Extensão Universitária
Programas Profissionalizantes
Travel Plus
Study Abroad