DIÁRIO EXPERIMENTER ÁFRICA DO SUL: 5 COISAS QUE VOCÊ PRECISA SABER!

Experimento Experimento | 07 Maio, 2019
Compartilhar:

Paisagens incríveis, praias de tirar o fôlego, safáris inesquecíveis. Essas são só algumas das vantagens de realizar seu intercâmbio na África do Sul, cujo clima é bem parecido com o brasileiro. A experimenter Carla Carvalho voltou ao nosso Diário Experimenter para contar um pouco mais sobre a sua aventura. Acompanhe a seguir 6 coisas que você precisa saber sobre a terra de Nelson Mandela!

1) CLIMA DA ÁFRICA DO SUL

África do Sul - Signal Hill

Que tal curtir o pôr do sol em Signal Hill após a aula?

 

Antes de qualquer coisa: a África do Sul é maravilhosa! =) Eu viajei para a Cidade do Cabo (Cape Town) no mês de março e como era fim de verão, o clima oscilava um pouco. Em média peguei algo entre 18 e 25 graus – o que lembra um pouco do clima do Brasil no outono, sabe? As chuvas não são tão frequentes nessa época do ano, mas quando ocorrem, são finas e a própria população não liga muito pra guarda chuva.

 

2) MOEDA LOCAL

A moeda de Cape Town é o Rand (ZAR) e em relação ao real equivale a aproximadamente R$0,35. Apesar da diferença cambial, o custo de vida é bem parecido com o Brasil. Levei uma quantia já em espécie na moeda local, o Experimento Travel Card (um cartão pré pago carregado em dólar americano – que fazia conversão quando eu passava no débito por lá) e um cartão de crédito para o Uber e emergências. Para passar o mês você pode considerar levar entre USD 1000 e USD 1500, que é o suficiente para cobrir gastos com almoço, passeios, transporte e extras.

 

3) TRANSPORTE UTILIZADO NO PAÍS

África do Sul - Transporte

Assim como em São Paulo, o trem é bastante utilizado em Cape Town.

Cape Town tem uma variedade de meios de transporte como, por exemplo, trem, ônibus (myCity bus), vans e Uber. O estudante internacional está acostumado a usar muito o Uber, principalmente à noite por ser uma opção muito segura. O ônibus é mais utilizado de dia e na região central da cidade. Os demais transportes também são recomendados durante o dia e, de preferência, em turma. A cidade tem um pouco de trânsito mas a mão é inglesa, então cuidado na hora de atravessar a rua!

 

4) ACOMODAÇÃO

Eu escolhi me acomodar em uma casa de família e a minha era muito boa! Gostei muito da experiência e tenho certeza que se você é flexível e aberto a novas culturas também vai gostar! Quem escolhe esse tipo de acomodação é a própria escola e com a Good Hope (a escola que frequentei) existe a possibilidade de pagar pela homestay “plus”, que me deu direito a um banheiro privativo.

Acabei ficando na casa de uma moça que veio dos Estados Unidos, que mora em Cape Town há anos. Inclusive, a casa dela fica a 10 minutos a pé da escola! Estar em uma casa de família é uma excelente estratégia para aperfeiçoar o idioma. Em quase todas as noites eu conversava um pouco sobre meu dia com minha hostmother. Às vezes avançávamos em tópicos mais profundos e eu realmente me sentia muito feliz por conhecer um pouco mais do país por meio de um relato de uma local.

Ah, e só pra constar: casa de família em programa de adulto é super tranquilo, ok?! Eu tinha a chave de casa, batia perna e voltava na hora que quisesse. Só tinha que avisar sobre o jantar, pra ela poder preparar para mim também caso eu voltasse pra casa no horário.

 

5) SEGURANÇA

A segurança é algo que costuma preocupar as pessoas que têm intenção de viajar pra África do Sul, mas eu garanto: os cuidados a se tomar são basicamente os mesmos que tomamos no Brasil, principalmente nas grandes cidades. Ao andar pelo centro, é preciso ficar de olhos nos seus pertences, não é recomendável andar por aí sem rumo à noite e use o transporte público só de dia.

Em resumo, a minha recomendação é: vá pra Cape Town! Principalmente se você quer fugir do convencional, estar próximo da natureza, conhecer paisagens lindas e entrar em contato com a cultura africana! Foi um belíssimo início para minha volta ao mundo! É possível fazer um intercâmbio de curso de idiomas excelente, curtir os paraísos da região com um excelente custo benefício, isso sem contar a possibilidade de fazer trabalho voluntário!

África do Sul - Trabalho voluntário

Fazer trabalho voluntário será uma experiência incrível para o seu desenvolvimento pessoal

 

E aí, ficou animado para conhecer esse destino? Se ainda não, aí vão mais alguns motivos:

Você sabia que a África do Sul tem 14 idiomas? Apesar de o idioma oficial ser o inglês, há muitos outros, então cultura é o que não falta!

Você pode aprimorar o inglês com a Experimento por meio de um curso de idiomas tradicional ou combinado com trabalho voluntário. Já imaginou? Para embarcar nesses programas, é necessário ser aventureiro, gostar da natureza e estar aberto para conhecer uma cultura bem diferente da nossa. E aí, bora conhecer as  nossas promos?

A Carla é formada em Turismo e atua há 14 anos na área de Educação Internacional. Antes do gap year, ela fez intercâmbio no Canadá e na Argentina. Conheça um pouco mais sobre a primeira parada desta volta ao mundo em outra matéria do nosso blog.

 

Autor
Experimento Experimento

A Experimento é pioneira no segmento de intercâmbio cultural, com mais de 50 anos de atuação no Brasil, é a maior rede especializada exclusivamente em intercâmbio cultural do país.

Comentários

Catálogos

Curso de idiomas
Programa de férias
High School
Work & Travel
Extensão Universitária
Programas Profissionalizantes
Travel Plus
Study Abroad